Heh: presidente da HTC nos Estados Unidos afirma que “iPhones não são mais tão legais” como antes

HTC no Mobile Future Forward

“Em boca fechada não entra mosca”, já dizia a minha avó querida. Por que esses executivos de tecnologia não aprendem com os erros de Michael Dells e Steve Ballmers da vida, evitando tecer comentários por aí que podem detoná-los mais tarde?

A bola da vez é Martin Fichter, presidente da HTC America (nos Estados Unidos).

HTC no Mobile Future Forward

Participando do evento Mobile Future Forward num bate-papo moderado por Brad Stone, da Bloomberg BusinessWeek, ele resolveu tecer comentários sobre a performance da Apple no segmento de telefonia celular.

A Apple está inovando. A Samsung está inovando. Nós estamos inovado. Todo mundo está inovando. E todo mundo está fazendo coisas diferentes para os consumidores finais. Eu levei minha filha à escola […] e conversei com algumas crianças do seu andar. E nenhuma delas tem um iPhone porque me disseram que “Meu pai tem um iPhone.” Isso é algo interessante que está acontecendo no mercado. O iPhone se torna menos legal do que era. Elas estavam com HTCs. Estavam com Samsungs. Estavam até mesmo com alguns aparelhos de fabricantes chinesas. Se você olhar para um campus universitário, MacBooks Air são legais. iPhones não são mais tão legais. Nós aqui estamos usando iPhones, mas nossos filhos já não os acham tão legais.

Continue pensando assim, Sr. Fichter, e você vai longe.

Há apenas uma semana, a Canaccord Genuity apurou que o iPhone 4 ainda é o aparelho mais vendido tanto na AT&T quanto na Verizon Wireless. O segundo colocado? O iPhone 3GS.

E, claro, todos esses devem ter sido vendidos para “papais”. Seth Weintraub, do 9to5Mac, não poderia ter concluído melhor: “Eles [os filhos] também não devem ter interesse no Porsche do papai.”

[via GeekWire]

Posts relacionados

Comentários