Morgan Stanley: Apple precisa usar o dinheiro que possui em caixa

Porquinho com a marca da Apple

Taí um assunto que vira e mexe reaparece: Apple e sua relação com dividendos. Com tanto dinheiro em caixa, muitos investidores e pessoas ligadas ao mercado financeiro insistem na ideia de que a empresa precisa começar a pagá-los para seus acionistas, e dessa vez quem deu seu pitaco foi o banco de investimentos Morgan Stanley.

Porquinho com a marca da Apple

A analista Katy Huberty soltou ontem uma nota para investidores dizendo que o dinheiro que a Apple possui em caixa (mais de US$76 bilhões) representa 22% do seu valor de mercado. Desse montante, cerca de US$29 bilhões estariam nos Estados Unidos, enquanto outros US$24 bilhões estariam em países estrangeiros, prontos para um repatriamento caso o “feriado de impostos” se concretize.

Como sabemos, a Apple não é uma empresa de grandes aquisições. Seus investimentos podem se resumir a contratos vultosos com fornecedores, com o intuito de assegurar peças importantes na fabricação de seus produtos — um bom exemplo pode ser o rumor da fábrica da Sharp — e, diferentemente de outras empresas, aquisições pontuais. Por causa da guerra de patentes, a empresa também começou a investir nesse “mercado” — a Maçã custeou mais da metade dos US$4,5 bilhões pagos pelas patentes da Nortel, e ainda deverá brigar pelo portfólio da InterDigital.

Continuando nesse ritmo, a analista prevê que a empresa investirá entre US$5 e US$8 bilhões ao longo dos próximos anos — isso sem contar a(s) construção(ões) do(s) novo(s) campus e de um novo possível data center [1, 2]. A conclusão aqui é que o dinheiro que a empresa possui em caixa hoje já é mais do que suficiente para suas necessidades. Mas se tudo continuar como está, Huberty prevê que a fortuna da Maçã crescerá 58% ano a ano, o que totalizará US$94 bilhões ao final deste e US$136 bilhões até o término de 2012.

Com isso, o banco de investimento sugere três possíveis movimentos para a Apple: recomprar seus papéis no mercado, começar a pagar dividendos ou fazer uma aquisição estratégica bilionária — ou seja, o lema é ga$tar!

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários