Phonestory, jogo sobre controvérsias da fabricação de iPhones, aparece e some na App Store

Phonestory no iPhone

A Molleindustria escolheu uma forma curiosa de protestar contra o que considera abusos cometidos pela Apple na cadeia de produção iPhone: lançando um jogo na App Store. Phonestory explora desde a mineração de matérias primas em minas do Congo até a produção de lixo eletrônico por conta do rápido ciclo de obsolescência programada para o smartphone, passando pela controversa história dos suicídios na Foxconn.

Phonestory no iPhonePhonestory no iPhone

Agora, mais curiosa que essa forma de protesto foi o fato de que o jogo chegou a ser aprovado e posto à venda na App Store por US$1! Segundo a Molleindustria, os 70% que caberiam a ela seriam destinados a entidades de combate a abusos corporativos. Contudo, como era fácil de prever, o app foi removido da loja pouco tempo depois. O TUAW destaca que o motivo para tal banimento pode ser um tanto trivial: o uso da marca da Maçã sem autorização.

Duh? Isso pode até ter sido um lapso dos desenvolvedores, se é que eles queriam que o jogo ficasse disponível por mais de algumas horas. Vale lembrar que ter um app banido (especialmente quando ele toca temas polêmicos e prejudiciais à imagem da dona da loja) dá bem mais publicidade. Mission accomplished. Agora seria inteligente trocar a maçã por um cacho de uvas e tentar colocar o app de volta na loja, para continuar a arrecadação de fundos e espalhar a mensagem, que é importante.

Mais inteligente ainda seria fazer um web app do game em HTML5 — é possível! Honestamente, pôr um jogo na App Store para protestar contra a Apple é como ser membro do PETA e vender pés de coelho para levantar fundos em prol da proteção dos direitos dos animais. :-/

[dica do Bruno Brum]

Posts relacionados

Comentários