Cabos Thunderbolt usando fibra óptica poderão aparecer já no ano que vem, mas com a mesma velocidade de hoje

Ícone/logo - Thunderbolt

Antes conhecida como Light Peak, a tecnologia de transmissão de dados ultraveloz desenvolvida pela Intel em parceria com a Apple deixou um pouco a desejar em um detalhezinho de nada: a falta de “Light”. Claro, conexões Thunderbolt são o que há de moderno, mas elas usam medievais fios de cobre cheios de chips nas extremidades, e não fibra óptica, um tipo de material que tem muito mais potencial. Só que, segundo o This is my next…, a Intel anunciou em uma apresentação que isso poderá mudar já no ano que vem.

Publicidade

Planos da Intel para o padrão Thunderbolt

Informações apresentadas na IDF ontem apontam a chegada de cabos ópticos “em algum momento do ano que vem”, o que é uma boa notícia… só que a má notícia é que o único diferencial desses cabos será a possibilidades de eles medirem até dezenas de metros, em vez dos três míseros metros permitidos pelo cobre. Ah, claro, o preço também deverá ser bem maior. Por ora, nada de velocidades superiores a 10Gbps para essa conexão.

Só que tem mais uma boa notícia (ou má, se você for a Sony): o formato de conector que a Intel pretende apoiar é o Mini DisplayPort — nada de inventar entradas com jeitão de USB. Mas não vá embora ainda, pois há ainda uma ótima notícia: a Chipzilla está dando total apoio ao novo padrão através do Thunderbolt Technology Community, um site de evangelização que pretende fazer por essa tecnologia o que faltou fazerem pela FireWire.

Publicidade

Agora, se você quiser uma segunda opinião, a PC World destacou uma de Dadi Perlmutter, vice-presidente executivo e gerente geral do Intel Architecture Group, que crê na possibilidade de cabos de fibra óptica ainda demorarem alguns anos para chegar, pois os de cobre seriam bons o bastante em termos de relação performance/preço.

Sabe o que dizem: o maior inimigo do “melhor” é o “bom o bastante”.

[via MacRumors]

Publicidade

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…