Lojas falsas da Apple em NY repassarão todo e qualquer produto que possui a marca da Maçã para a empresa

Apple Story
Fachada da loja "Apple Story"

Não é novidade que, além de combater a falsificação de produtos, a Apple agora precisa se preocupar também com a falsificação de lojas, especialmente na China. Mas, como vimos, esse não é um problema específico, localizado somente na Ásia, já que a empresa enfrenta a mesma ameaça em Nova York — apesar de as lojas estarem localizadas, veja você, em *Chinatown*, no Flushing (Queens). 😛

Apple Story
Fachada da loja "Apple Story"

As falsas lojas concordaram em repassar todas as mercadorias que possuem qualquer relação com a Apple para a gigante de Cupertino. Elas dizem que estão dispostas a entregar tudo o que possuem em estoque com a palavra “Apple” ou qualquer uma das marcas da empresa, mas negam que violaram alguma marca da Maçã. Além disso, a Apple Story concordou em alterar seu nome, a fim de não confundir clientes.

Se o juiz Kiyo Matsumoto concordar, as lojas terão cinco dias para repassar produtos como cases, headsets e outros acessórios de produtos como iPhone, iPad e iPod para a Apple.

Tudo começou quando a Maçã percebeu que alguns produtos da loja possuiam a inscrição Designed by Apple in California. Assembled in China na embalagem, o que fez com que a empresa enviasse investigadores particulares para comprar as falsificações — processo este repetido várias vezes, durante semanas. Depois, a empresa conseguiu uma ordem judicial que lhe permitiu recolher alguns documentos das lojas como registros de negócios, emails, informações sobre os fornecedores, distribuidores e clientes.

Veremos como tudo isso vai terminar.

[via MacNN]

Posts relacionados

Comentários