Processadores Ivy Bridge deverão levar suporte a OpenCL e gráficos mais potentes a MacBooks Air

MacBooks Air com Ivy Bridge

Boas notícias para quem morre de medo da combinação de palavras “gráficos integrados” e “Intel”: segundo a CNET News, desempenho gráfico é uma das principals áreas de foco da Chipzilla em sua próxima geração de processadores. Para completar, o AnandTech ainda destaca que o ganho em relação o que temos hoje nos chips Sandy Bridge será de até 60%!

MacBooks Air com Ivy Bridge

Outra ótima notícia é que essa nova geração de processadores vai trazer suporte a OpenCL, uma técnica de aproveitamento do poder computacional de GPUs para tarefas não-relacionadas à geração de imagens. Até hoje, nenhum dos gráficos integrados da Intel ofereceu esse recurso, disponível desde o Snow Leopard em uma série de Macs, mas não no MacBook Pro de 13 polegadas ou nos MacBooks Air atuais.

Isso, claro, deverá mudar em 2012, quando as CPUs Ivy Bridge chegarem ao mercado. O lance é torcer para desta vez a Intel acertar a mão com os gráficos integrados dela.

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários