Momento Nostalgia: entrevista com Steve Jobs em 1996, pouco antes de retornar à Apple

Entrevista com Steve Jobs no programa Wall $treet Week

Veja você: em 1996, cerca de um ano antes de retornar à sua empresa, Steve Jobs foi entrevistado pelo (hoje falecido) jornalista financeiro Louis Rukeyser, no Wall $treet Week, do canal PBS.

Caso você não saiba, 1996 foi um ano complicado para Jobs. A Pixar tinha acabado de fazer sua IPO (Initial Public Offering, ou Oferta Pública Inicial) e seu valor de mercado tinha despencado para quase metade. Além disso, a NeXT — empresa criada por Jobs em 1985, assim que ele saiu da Apple — estava desmoronando. Pouco mais tarde ela foi vendida para a Maçã pelo valor de US$429 milhões, transformando seu sistema operacional, o NeXTStep, na base do que conhecemos hoje como Mac OS X. Contudo, o mais importante de tudo isso foi que, com esta operação, Jobs retornou à gigante de Cupertino, tornando-se novamente CEO da empresa. O resto da história, a gente já conhece! 😛

Rukeyser obviamente não sabia que tudo isso aconteceria pouco depois da entrevista, mas é interessante notar uma das perguntas feitas pelo jornalista. Ele mencionou que Jobs chegou ao conhecimento do público com a Apple, mas a empresa enfrentava um momento muito complicado, sendo que nas últimas semanas era apontada como uma das histórias de fracasso de Wall Street, e — por que não? — da economia americana. E veio a pergunta: “O que deu errado na Apple?” Confira a resposta:

Aqui, a tradução:

Oh, Deus. Você sabe que não estou lá há muito tempo. Minha perspectiva pode não ser completa. Mas, do meu ponto de vista, a Apple era uma empresa baseada na inovação. Quando eu saí da Apple, há dez anos, nós estávamos dez anos à frente de qualquer empresa. A Microsoft levou dez anos para copiar o Windows.

O problema foi que a Apple parou. Mesmo tendo investido bilhões em Pesquisa & Desenvolvimento, a resposta não estava lá. Outras a alcançaram, e a diferenciação deixou de existir, principalmente em relação à Microsoft.

Então, a saída para a Apple — e eu ainda acho que a Apple tem futuro; existem muitas pessoas boas lá dentro e uma tremenda fidelidade à marca — não é cortar e queimar, é inovar. Foi assim que a Apple conseguiu sua glória e seria assim que ela a reconquistaria.

Foi ou não foi exatamente isso que ele fez, assim que voltou para a empresa? Impressionante a capacidade que Jobs tem de colocar suas ideias em prática! 😉

[via Fortune Tech]

Posts relacionados

Comentários