Usuários (através da Apple) doam 9.000 iPads de primeira geração para o programa Teach for America

iPad com lápis ao lado

No começo do ano, falamos sobre o apoio da Apple ao Teach for America, um programa que treina recém-licenciados de algumas das mais prestigiadas universidades norte-americanas para ensinar em escolas mais modestas dos Estados Unidos. E parece que agora estamos vendo o resultado do apoio da Maçã e de seus usuários: 9.000 iPads de primeira geração estão agora nas mãos desses professores.

Publicidade

Muitos consumidores optam por revender seus iGadgets quando uma nova geração é lançada — sabemos que eles, mesmo usados, ainda possuem um valor de mercado bem interessante —, mas os que doaram ao programa da Apple ajudaram a distribuir os iPads em mais de 38 Estados norte-americanos.

iPad com lápis ao lado

“O que um iPad pode fazer para sua classe e para seus estudantes? Bem, estamos lhe pedindo para nos ajudar a responder essa questão.” E assim, com esse email introdutório, a organização distribuiu as tablets entre seu corpo docente.

Publicidade

Katie Remington pegou o seu iPad — um modelo recondicionado (refurbished), que parecia novo — no domingo e levou para a escola de St. Louis, onde ela é responsável pelo departamento de ciências. A professora afirmou que, até agora (depois do primeiro dia de aula), os alunos terminam suas tarefas mais rapidamente para “a hora do iPad”.

Comercial da Apple para o iPad, intitulado “Aprender”

Publicidade

É claro que a somente um iPad não é suficiente para uma classe com diversos alunos, mas com toda certeza essa grande doação pode ser um começo — afinal, de acordo com um estudo, estudantes que usam iPad aprendem melhor.

Steve Jobs — que teve seu viés filantrópico questionado pelo New York Times e defendido por Bono Vox — de alguma forma esteve envolvido nisso, pois sua esposa Laurene Powell faz parte da diretoria do Teach for America.

Apesar do mérito real ser dos usuários que fizeram a doação, isso não teria acontecido sem a ajuda da Apple — que há pouco tempo também anunciou um novo programa de equiparação de doações de seus funcionários para caridade. De boas intenções, o mundo está cheio; o que falta são pessoas (e empresas) dispostas a arregaçar as mangas e trabalhar em prol de algo. Está aí um exemplo bem-sucedido. 🙂

Publicidade

[via Fortune Tech]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…