comScore: acesso à internet via dispositivos móveis cresceu 60% no Brasil, com o iOS na dianteira

iPad e iPhone rodando Safari

Alguns dados inéditos referentes à internet no Brasil foram anunciados no evento Digital Age 2.0, que contou com a presença de executivos de diversas empresas, entre elas Serasa Experian, comScore, Ibope, Nielsen e Navegg.

Publicidade

iPad e iPhone rodando Safari

Falando em números específicos, Alex Banks, diretor-geral da comScore, deu grande destaque ao momento das plataformas móveis no Brasil. Segundo ele, o tráfego via smartphones e tablets aumentou 60% nos últimos quatro meses, ainda que isso represente apenas 1% de todo o tráfego na internet brasileira — a título de comparação, nos Estados Unidos e no Reino Unido o número sobe para 7%. O crescimento é inédito, nunca antes visto em outro lugar do mundo, afirmou o executivo.

Dados comScore

E o aumento desse número é diretamente relacionado a um novo segmento produto: o iPad. Do total, 34,3% do tráfego móvel é oriundo da tablet da Apple, que já ultrapassou o iPhone (20,9%) e aparelhos com Android (14,5%) — se colocarmos iPad e iPhone no mesmo bolo (afinal, ambos rodam iOS), vemos que o sistema operacional móvel da Maçã está bem à frente do sistema do Google. Uma das possíveis explicações para o iPad ter tomado a dianteira é que a navegação 3G no Brasil ainda é muito cara. Acessando a internet em casa, via Wi-Fi, é muito mais prazeroso usar uma tela maior (como a do iPad) do que um smartphone.

Outros dados interessantes apresentados no evento:

  • Os 120 sites mais visitados representam 75% da audiência nacional, enquanto que os outros 350 mil representam os 25% restantes;
  • Se o Orkut for retirado da estatística, é preciso adicionar os 50 mil sites mais acessados (e não mais os 120) para atingir os mesmos 75%;
  • O Orkut continua liderando no país, mas o Facebook deve igualar as coisas até o início do ano que vem;
  • A região Sudeste representa 61% dos acessos. Contundo, nos últimos seis meses, perdeu 6% de participação, enquanto que o Norte ganhou 35% — a tendência é que nos próximos anos as coisas se equilibrem mais, embora a região Sudeste continue na liderança por ser a mais rica e populosa;
  • Já somos 80 milhões de usuários, com uma taxa de crescimento anual de 25%.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…