Consumo de bateria talvez seja um dos motivos para o iPhone 4S continuar com 512MB de RAM

iPhone 4S vendo um filme nas mãos

Os primeiros testes realizados com o iPhone 4S indicaram que o novo smartphone da Apple possui os mesmos 512MB de RAM do iPhone 4. Não que isso seja um problema, uma vez que vimos no teste comparativo entre iPhone 4S e Samsung Galaxy S II que números não dizem muita coisa.

iPhone 4S vendo um filme nas mãos

Muitos especulam que a Apple não colocou mais memória para não aumentar o custo do aparelho ou, até mesmo, por não achar necessário. A verdade é que só a Maçã sabe o real motivo. Contudo, John Gruber pode ter matado a charada — e ela veio diretamente da Microsoft, através de um artigo no blog da empresa. Falando especificamente da relação do novo Windows 8 com RAM, Steven Sinofsky deu a dica:

Algo que pode não ser óbvio é que o uso de memória minimizado em plataformas de baixo consumo de energia pode prolongar a vida útil da bateria. Huh? Em qualquer PC, a RAM consome constantemente. Se um sistema operacional usa bastante memória, ele pode forçar fabricantes de dispositivos a incluir mais RAM física. Quanto mais RAM você tiver, mais poder você dará à máquina, por outro lado, reduzirá a vida da bateria. Ter mais memória em uma tablet, pode, em algumas instâncias, reduzir muito a bateria — em alguns casos pode acabar com dias de standby.

Mais uma vez, a experiência final é o que conta. De que adianta ter o celular mais rápido, se a bateria vai durar somente algumas (poucas) horas?

Posts relacionados

Comentários