No submundo das fabricantes de cases para iPhones imaginários, não é possível ganhar todas

Diagrama de case para iPhone 5

Imagine-se na seguinte situação: sua empresa vive de fazer cases, você recebeu de três fontes diferentes os mesmos diagramas 3D de um novo iPhone e pode conseguir a façanha de ser uma das primeiras fabricantes a colocar nas prateleiras acessórios compatíveis com o futuro smartphone mais desejado de todo o mundo. O que fazer?

A Businessweek conversou com Tim Hickman, da Hard Candy Cases, que esteve exatamente nessa situação: o resultado foi que a Apple não mudou quase nada externamente no iPhone 4S e Hickman acabou com US$50.000 a menos no bolso, mais uma porção de pedaços de plástico inúteis.

Diagrama de case para iPhone 5

É interessante notar que as fontes desses “vazamentos” são justamente as companhias chinesas que cuidam da parte de fabricação das cases para empresas como Speck Products, Incase (as quais negam usar especificações extraoficiais), Case-Mate (que parece ter ouvido um certo passarinho cantar) e a própria Hard Candy. Obviamente, esse tipo de prática não deixa o pessoal de Cupertino nada feliz… mas fazer o quê? Hate the game, not the gamer.

Além do mais, pode até ser que a Hard Candy tenha errado desta vez, mas ela bem que acertou com o iPod touch 4G. No fim das contas, tudo se resume a isso: um salto no escuro que pode recompensar ou não. Você faria uma aposta dessas?

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários