Gartner: lançamento tardio de novo iPhone permitiu que o Android ganhasse mercado

Miniatura do logo da Gartner

Segundo dados da Gartner para o Q3 de 2011, aconteceu uma coisa relativamente rara no mercado de smartphones: a Apple cresceu menos rápido que a média geral, o que fez o iPhone perder um pouco de market share em relação ao mesmo período do ano passado, caindo de 16,6% para 15%, com 17,3 milhões de unidades vendidas.

Não é preciso ir muito longe para encontrar um motivo para isso: normalmente, um novo modelo era lançado em junho ou julho, e neste ano tal evento foi adiado para outubro. Com isso, podemos dizer que o gato dormiu e os ratos fizeram a festa.

Market share de smartphones no Q3 2011 - Gartner

E “ratos”, neste caso, quer dizer “Android”: o sistema operacional móvel do Google mais que dobrou sua participação entre smartphones, indo de 25,3% há um ano para 52,5% em 2011, com 60,5 milhões de unidades — o que não significa, porém, que os lucros estariam crescendo no mesmo ritmo.

Market share de celulares no Q3 2011 - Gartner

Entre fabricantes de celulares, a Apple ficou na quarta posição, com 3,9% das vendas no período (um aumento em relação aos 3,2% do ano passado, mas nada perto dos 5% que Tim Cook mencionou durante o evento “Let’s talk iPhone”). A campeã continua sendo a Nokia, com 23,9%, mas em queda acelerada. Esta foi seguida pela Samsung, com 17,8%, acompanhada por LG, com 4,8%. A ZTE fecha o Top 5 com 3,2%.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários