Ah, a ironia: usuários reclamam do UltraViolet e Warner remedia situação distribuindo promo codes da iTunes Store

Ícone - UltraViolet

No mês passado, estúdios lançaram o UltraViolet. Para quem não conhece, o serviço funciona assim: você compra um DVD, faz um cadastro num site, digita um código que veio com o disco e autoriza até 6 pessoas e 12 aparelhos (compatíveis) a reproduzir uma versão baixada via streaming desse mesmo filme. Para se ter uma ideia, em iGadgets, só dá pra usar isso se você baixar o aplicativo Flixster. Mas a coisa está tão complicada que a Warner teve que criar um site de suporte, explicando como usar o sistema. Além disso, os últimos reviews do app são os piores possíveis, reclamando justamente do funcionamento do UltraViolet.

UltraViolet

Quer assistir a conteúdos no computador? Além do cadastro e do site, não esqueça que o Flash Player se faz necessário — imagino que, se você estiver usando um MacBook [Air/Pro], poderá fritar um ovo enquanto vê o seu filme. Para os que gostam do Apple TV, esqueçam, pois o UltraViolet não é compatível com ele.

O que fazer, então, quando a reclamação é grande e não existe solução a curto prazo? A Warner optou por dar promo codes de seus filmes na iTunes Store — em um movimento, no mínimo, irônico.

Vale lembrar que, obviamente, Apple e Disney não participam do consórcio do UltraViolet, que é apoiado pelas empresas Sony Pictures, Adobe, Comcast, HP, Intel, LG, Microsoft, Motorola Mobility (agora Google), Netflix, Nokia, Panasonic, Philips, Samsung, Toshiba e os estúdios Fox, Paramount, Sony, NBC Universal e Warner. A RIAA não podia ficar de fora, também fazendo parte do grupo.

É isso o que acontece quando os estúdios acham que a Apple é mais perigosa que pirataria. 😛

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários