Na hora de fazer Ultrabooks, metal é raro e custa caro, então é o jeito usar plástico

Ultrabook da ASUS

E continua a saga das fabricantes de PCs para conseguir colocar no mercado um rival para o MacBook Air. No capítulo de hoje, segundo o DigiTimes, algumas empresas encontraram uma saída para o problema de usar carcaças de metal: usar plástico. Ocorre que fazer uma carcaça unibody, como as que a Apple usa, custa muito caro e demora — uma máquina de CNC só consegue fazer oito unidades por dia. Como a maior fornecedora desse tipo de componente no mundo, a Catcher Technology, está se dedicando totalmente à Maçã, é o jeito procurar alternativas.

Ultrabook da ASUS

Ultrabook: s. m., 1. imitação de MacBook Air, 2. PC portátil ultrafino, 3. roubada.

Uma delas é usar metal por fora e plástico colado por dentro: isso mantém a aparência premium do computador e o preço da carcaça cai de US$40–80 para US$20–30. Outra alternativa é simplesmente abandonar o metal e usar ou plástico, ou materiais como fibra de vidro.

Pelo visto, o sistema de comprar tudo em quantidades enormes acabou rendendo à Apple uma vantagem competitiva e tanto: não apenas os preços dos produtos de alta qualidade caem, como a concorrência não consegue se igualar nem com muito esforço.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários