Impostos poderão abocanhar quase US$1 bilhão da herança deixada por Steve Jobs

Porquinho machucado

Porquinho machucadoA herança deixada por Steve Jobs, avaliada em cerca de US$6,8 bilhões, poderá trazer dores de cabeça para sua viúva. Isso porque, de acordo com a lei norte-americana, Laurene Powell Jobs terá que desembolsar mais de US$867 milhões em impostos se mantiver as ações deixadas por Steve — valor este referente ao ganho de capital.

Se agora já está ruim, em 2013 piora: o imposto subirá de 15% para 20%, bem como uma taxa de 3,8% sobre ganhos em cima de venda de ações. Por esse motivo, especialistas no assunto sugerem que a viúva de Jobs venda todas as ações da Apple (um total de 5,55 milhões, avaliadas em US$2,05 bilhões) e da Disney (lá são 138 milhões, que valem cerca de US$4,74 bilhões).

Caso a venda seja mesmo o destino das ações, a coisa não é tão fácil. Para os papéis da Maçã, Laurene poderá se desfazer sem muito esforço/problema — cerca de 17 milhões de ações são negociadas todos os dias, e o mercado não teria problema algum em absorver os 5,5 milhões da família Jobs. Contudo, com os papéis da Disney, o problema aparece: os 138 milhões de ações representam cerca de 12 vezes o volume diário negociado na bolsa de valores norte-americana. Não será fácil “se livrar” delas — o cenário poderia ser pior, já que a Disney recomprou, de Jobs, cerca de US$5 bilhões em ações ainda em 2011.

Com um diploma em administração de negócios pela Universidade de Standford, com toda certeza Laurene saberá o que fazer para remediar essa situação.

[via Cult of Mac]

Posts relacionados

Comentários