J.P. Morgan revê estimativas de venda para iProducts

iPhone 4S deitado e de lado

O sucesso do iPhone 4S, aliado ao preço competitivo dos modelos mais antigos (3GS e 4) — coloque ainda no bolo a possível chegada dele a países emergentes como China (e Brasil) —, fez com que o analista Mark Moskowitz, da J.P. Morgan, revisse suas previsões de vendas do smartphone da Apple.

Publicidade

iPhone 4S deitado e de lado

Em uma nota liberada hoje para investidores, Moskowitz atualizou sua estimativa de 25,3 milhões para 28 milhões de iPhones vendidos neste trimestre — como base de comparação, em seu melhor momento, a Maçã vendeu 20,3 milhões de aparelhos.

Com as vendas em alta, o analista estima receitas na casa dos US$38,6 bilhões, com ganhos de US$9,80 por ação (a previsão anterior era de US$37,2 bilhões e ganhos de US$9,40 por ação). Os números para 2012 e 2013 também foram revistos, e agora a firma estima que serão comercializados respectivamente 105,5 e 212,7 milhões de aparelhos.

Publicidade

Caixa do iPad 2

Os números para a tablet da Maçã também foram revisados, e Moskowitz acha que as vendas irão desacelerar um pouco. Anteriormente previsto em 13,3 milhões de unidades, o número cairá para 13 milhões — ele acredita que o Kindle Fire tem alguma parcela de culpa nisso, apesar de achar que os consumidores da nova tablet da Amazon ficarão decepcionados com o produto (outch!). Por isso, a longo prazo, Moskowitz acredita que o iPad continuará reinando.

Novos MacBooks Air de lado com OS X Lion

Publicidade

Saindo do iOS e indo para o OS X, o analista manteve sua estimativa de 5,4 milhões de Macs para este trimestre. Na visão de Moskowitz, o MacBook Air continuará sem um concorrente de peso, mantendo ótimas vendas.

A firma manteve a sua classificação de “Sobrepeso” para a NASDAQ:AAPL, com um preço-alvo de US$525. As ações da Apple fecharam ontem em alta de 2,41%, cotadas a US$382,20.

[via AppleInsider]

Publicidade

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…