“IQgate”: Apple e mais sete empresas são processadas

Carrier IQ

“Escândalo do software de rastreamento de celulares.” Foi assim que os advogados das firmas Sianni & Straite LLP, Eichen Crutchlow Zaslow & McElroy LLP e Keefe Bartels L.L.C. se referiam ao imbróglio da Carrier IQ [leia mais: 1, 2, 3]. Resultado: Apple, HTC, Samsung, Motorola, AT&T, Sprint, T-Mobile e, é claro, Carrier IQ estão com seus lugares reservados no banco dos réus.

Carrier IQ

A ação coletiva foi registrada em um tribunal federal norte-americano e alega que 150 milhões de usuários de telefones celulares sofreram um violação sem precedentes dos seus direitos de privacidade digital — as empresas acima teriam violado as seguintes normas: a Lei Federal de Escuta (Federal Wiretap Act), a Lei de Armazenamento de Comunicações Eletrônicas (Stored Electronic Communications Act) e a Lei Federal de Fraude e Abusos com Computadores (Federal Computer Fraud and Abuse Act).

“Esta é a última revelação de desrespeito descarado de corporações norte-americanas com os direitos de privacidade de seus consumidores, e mais um exemplo escandaloso da erosão da liberdade neste país”, afirmou David Straite, um dos advogados envolvidos.

A semana começou bem, não é mesmo? :-S

[via BGR]

Posts relacionados

Comentários