Estima-se que a Research In Motion todinha hoje vale menos que a App Store

Logo do BlackBerry

Logo do BlackBerryHora da Matemágica: pelas contas de Brian Hall, a Research In Motion, cujas ações estão cotadas a cerca de US$13,44, tem um market cap em torno de US$7,04 bilhões; a Apple, por sua vez, vale umas 50 vezes mais, ou US$354 bilhões; como a App Store contribui com cerca de 2% para o market cap da Maçã, noves fora…

Publicidade

Sim, senhor: a loja de apps da gigante de Cupertino vale US$7,08 bilhões, US$40 milhões a mais que a RIM inteira. Coloque o valor da iTunes Store nessa equação (mais 2% do market cap da Apple) e dá pra levar duas RIMs.

Como uma empresa que era sinônimo de smartphone conseguiu cair tanto e tão rápido? Horace Dediu tenta explicar o que deu errado, com uma retrospectiva no asymco, mas ainda assim é impressionante ver como o BlackBerry mudou de objeto de desejo para alvo de piadas — nem os ladrões querem mais esses gadgets.

Isso tudo parece incrível, mas se for verdade a história de que ninguém na RIM acreditou que o iPhone fosse real, mesmo depois de ele ter sido apresentado em janeiro de 2007, até que dá pra entender como se processou essa queda. Resta a tênue esperança de que o BlackBerry 10 consiga tirar a companhia do buraco, só que lançar uma plataforma de smartphones no final de 2012 soa como esforço em vão, a não ser que ela seja tão boa, mas tão boa que consiga até mesmo impedir o apocalipse maia. :-/

[via The Next Web]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…