Rumor: Apple está conversando com empresas de conteúdo sobre o futuro das televisões

Siri e TV da Apple

De acordo com o The Wall Street Journal, a Apple está conversando com executivos de mídia de grandes empresas sobre a sua visão para o futuro da TV. Eddy Cue, vice-presidente sênior de softwares e serviços de internet, seria a pessoa à frente disso, tendo delineado novas formas como as tecnologias da Maçã poderiam ser usadas em vários aparelhos (telefones, tablets e *televisões*) — tudo através de comandos por movimento e por voz.

Siri e TV da Apple

Nada aprofundado ou concreto foi apresentado — muito menos planos de lançar algum novo produto —, mas, segundo “pessoas próximas aos planos da empresa”, uma das ideias envolve novas formas de transmissão de conteúdo, permitindo que o usuário comece a ver algo na televisão e mude facilmente para um iGadget, continuando a consumir o mesmo conteúdo on-the-go. Ou seja, seria uma espécie de “AirPlay turbinado”.

Outra possibilidade seria a integração entre o conteúdo (filmes, séries de TV, etc.) e o iCloud, o que permitiria “pausar” o programa e continuar a vê-lo depois — nada muito diferente do que já acontece hoje com o TiVo ou até mesmo com televisores como a Time Machine, da LG. Sem contar, é claro, com os comandos por voz e por movimento (à la Kinect, da Microsoft), que também seriam implementados.

Podem me chamar de cético, mas isso tudo não passa de fumaça. Nada, nenhuma informação diferente do que já foi dito apareceu nessa matéria. Quer mais? De acordo com o jornal, a tais reuniões aconteceram não por causa da Apple: as companhias de entretenimento teriam pedido para sentar e conversar com a Maçã, a fim de saber dos últimos planos vindo de Cupertino — muito provavelmente não querem ser pegas de surpresa. Quem conhece minimamente a gigante de Cupertino sabe que ela só revela seus planos no momento certo, e não porque “parceiras” querem entender melhor o futuro desenhado por ela, ou porque querem saber mais sobre lançamentos vindouros.

Além disso, nada do que foi falado precisa necessariamente de um novo hardware — tudo o que foi dito funcionaria muito bem em um Apple TV atual (no máximo em uma versão atualizada) — pra que uma televisão de 55 polegadas para isso?

Veja bem, eu não sou contra uma televisão da Apple. Por mim, a Maçã pode entrar com tudo nessa mercado, chutando a porta. Eu vou adorar! O que me incomoda são veículos gritando “está aí a prova que todo o mundo queria de que a Apple vai lançar uma televisão”, quando na verdade, tudo que falam é mais do mesmo. Claro que a Apple pode lançar uma televisão, mas, se isso acontecer, *precisa* fazer sentido. E, com as informações de hoje, ainda não faz.

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários