Segundo testes da DisplayMate com o iPad 2, o Kindle Fire e o NOOK, nem todas as telas IPS nascem iguais

iPad - tela

iPad - telaVocê sabe o que é uma tela IPS? Essa sigla quer dizer “In-Plane Switching”, o que eu traduziria como “a imagem não bomba quando você mexe um pouquinho na posição da tela”, ou como “não existe ângulo de visualização ‘certo'” (a explicação mais técnica, deixo a cargo da Wikipédia), e permite que LCDs reproduzam cores com precisão sem depender que o usuário fique numa posição fixa em relação à tela. Tal tecnologia está presente em iMacs, Cinema/Thunderbolt Displays, iPads e iPhones 4 e 4S, bem como em Kindles Fire e NOOKs Tablet. Pegando as três tablets com telas IPS, a DisplayMate tentou encontrar qual seria a melhor, mas não conseguiu. Ela encontrou a pior, porém.

Publicidade

Explicando: o NOOK e o iPad têm lá suas qualidades e defeitos, mas com o gadget da Barnes & Noble em vantagem, por ter maior densidade de pixels e calibragem de contraste e gamma melhores, além de ser menos reflectiva. Já o Kindle Fire… bem, ele apresentou problemas na exibição de tons de cinza (o que, vendo pelo lado bom, poderá ser corrigido com um update de software) e tem a tela com maior reflectividade de todas (a ironia!).

Vale notar, contudo, que a posição do iPad em relação a seus rivais poderá mudar drasticamente em 2012, com a introdução do rumoroso modelo Retina e/ou de um de 7,85 polegadas.

[via Electronista]

Publicidade

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…