Apple foi destaque em oito dos dez artigos de negócios mais lidos do Wall Street Journal

Silhueta de Steve Jobs em logo da Apple

Silhueta de Steve Jobs em logo da AppleSteve Jobs brincou, no começo do ano, que 2011 seria “O Ano das Cópias”, referindo-se às tentativas de concorrentes em lançar algo que se igualasse ao iPad. Acabou que 2011 ficou com uma alcunha diferente, pelo menos para o Wall Street Journal: no ranking de artigos de negócios mais lidos, ele chamou o ano corrente de “O Ano da Apple”. Também pudera, já que a gigante de Cupertino está em oito(!) dos dez na lista.

Infelizmente, a notícia mais lida foi a do falecimento de Jobs, em outubro. Em segundo lugar ficou a chegada do iPhone à Verizon Wireless, em janeiro; a renúncia de Jobs ao cargo de CEO, em agosto, veio logo em seguida; o lançamento do iPad 2 ficou na quarta posição, enquanto um rumor sobre a chegada do iPhone à Sprint veio na quinta colocação.

Em sexto lugar ficou a notícia do lançamento do iPhone 4S, e a revelação de que Jobs estaria na apresentação do iPad 2 veio em sétimo. Por fim, o infame “Locationgate” fechou a lista da Apple, na oitava posição. O Top 10 termina com um artigo sobre a falência da Borders e outro sobre uma declaração inflamatória de Paul Allen acerca de Bill Gates.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários