iOS Tech Talk World Tour: nove cidades, uma incrível oportunidade para aprender tudo sobre iOS 5 com os especialistas

iOS Tech Talk World Tour em São Paulo

colaborou: Cláudio Fernando Pinto, membro da IDS Tecnologia

O título acima foi a chamada para o evento da Apple que aconteceu em várias cidades ao redor do mundo, inclusive São Paulo (na última segunda-feira, 9 de janeiro, no Sheraton WTC), e nós, da IDS Tecnologia — único Centro de Treinamento Autorizado Apple no Brasil e parceiros do MacMagazine —, estivemos por lá e pudemos conferir tudo de perto.

iOS Tech Talk World Tour em São Paulo

A expectativa para o evento era muito grande. O iOS 5 Tech Talk World Tour 2011, anunciado no final de outubro, gerou uma movimentação imensa na comunidade brasileira de desenvolvimento para iOS. Antes mesmo do email oficial ter sido enviado, listas e fóruns já estavam aquecidas com vários posts sobre o assunto.

iOS Tech Talk World Tour em São Paulo

Muito semelhante a uma Worldwide Developers Conference (WWDC), porém em proporções menores, aconteceram palestras que abordaram assuntos relacionados às melhores práticas de desenvolvimento de apps, iCloud, Banca (Newsstand), iBooks, localização, OpenGL, Core Image, Game Center, AirPrint, AirPlay e muito mais dos novos recursos lançados no iOS 5. A agenda completa das palestras pode ser visualizada aqui [PDF].

iOS Tech Talk World Tour em São Paulo

O evento foi aberto por John Geleynse, diretor evangelista de tecnologia, está na Apple desde novembro de 1999 e é responsável por avisar a fornecedores e clientes sobre as tendências tecnológicas que trarão impacto. Seu trabalho está relacionado com pesquisas sobre novidades e no convencimento de seus interlocutores, e isso ele fez muito bem; ao estilo Apple, foram apresentados números sobre o crescimento de downloads de apps desde abril de 2009, a quantidade de dispositivos vendidos no período, países que possuem App Stores e o número de apps disponíveis na loja.

Entre os números apresentados por John, um chamou bastante a atenção dos presentes: a cifra de US$3 bilhões(!) pagos pela Apple a desenvolvedores de apps até novembro de 2011, sem dúvida um belo cartão de visita para os indecisos que, ao longo do dia, tiveram contato com o que há de melhor no desenvolvimento de apps para a plataforma móvel da Maçã.

iOS Tech Talk World Tour em São Paulo

A parte da manhã foi comum a todos os participantes e o restante do evento foi divido em auditórios onde aconteceram cinco sessões com três palestras, ao mesmo tempo em cada sessão. Não existiu registro antecipado de escolha das palestras: os participantes podiam transitar livremente entre as sessões. Além das palestras foi montando um Lab, espaço destinado para uma conversa previamente agendada com os engenheiros e palestrantes da Apple. Lá, puderam ser tratados assuntos sobre aspectos que envolvem o desenvolvimento e publicação de um app.

iOS Tech Talk World Tour em São Paulo

Os encontros entre desenvolvedores, blogueiros e grupos de discussões foi um outro ponto marcante no evento. A interação foi realmente muito forte: ainda na fila do credenciamento se ouvia “Você que é o fulano?!, “Ah e você que é o ciclano?!” Twitters e mensagens em fóruns abundaram, para todos se identificarem.

Apoiando e incentivando o desenvolvimento de apps para iOS, a Apple apresentou alguns cases de sucesso na App Store:

  • Where’s My Water? — utilizando técnicas do Scrum, o game foi desenvolvido por uma equipe de oito pessoas da Disney. Um video pode ser visto aqui.
  • Real Racing HD 2 — aproveita os últimos recursos disponíveis na SDK do iOS 5, com destaque para o AirPlay.
  • djay — desenvolvido por uma empresa alemã, o app simula uma linda pickup de DJ profissional.
  • Jeppesen Mobile FD — liberado pelo FAA (analogicamente, a ANAC no Brasil) várias companhias norte-americanas adotaram o iPad em substituição às velhas cartas de voo, eliminando peso e facilitando o manuseio e pesquisa da informação.
  • Bobo Explores Light — este app é um bom exemplo da possibilidade de uso dos dispositivos móveis da Apple dentro do ambiente educacional. O destaque fica para a qualidade dele e a quantidade de pessoas envolvidas no desenvolvimento, pasmem: apenas três pessoas.
  • Golfscape RangeFinder — com uma boa precisão nos cálculos, este app substitui equipamentos caríssimos utilizados por praticantes de golfe profissional. A dica é que você pode desenvolver vários pequenos apps, cada um com uma finalidade, como por exemplo um coletor de dados, e depois centralizar as informações em um app principal.
  • The Early Edition 2 — uma linda e rica interface possibilita que leitores possam visualizar conteúdos em RSS. Um video pode ser visto aqui.

Com os últimos movimentos da Apple no Brasil (iTunes, fábrica da Foxconn, este evento…), está claro que nosso país está na mira da firma de Cupertino, e isso é bom para todos. Este primeiro evento não deixou nada a desejar e já estamos ansiosos, aguardando um possível próximo evento de iOS no Brasil. E por que não pensar num de Mac, também? 😉

Para quem não pôde participar e quer saber mais informações, a dica é acessar o site developer.apple.com e mergulhar no mundo do desenvolvimento para iOS. Se você precisa de treinamento na plataforma, conte com o curso iOS Development Training — elaborado e ministrado pela IDS.

Posts relacionados

Comentários