Mais informações sobre a confusão no lançamento do iPhone 4S na China

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

Conforme noticiámos rapidamente ontem, uma confusão na fila da loja da Apple em Pequim fez com que a Apple cancelasse as vendas do aparelho por lá. Com o passar do tempo, mais e mais informações sobre a confusão foram chegando, e agora trataremos de tudo o que aconteceu.

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

Segundo o AllThingsD, o problema não se conteve à loja da capital, já que as de Xangai também não comercializaram o aparelho.

Um representante da Maçã declarou: “A demanda pelo iPhone 4S está incrível, e nossas lojas da China estão com estoques esgotados. Infelizmente, nós fomos incapacitados de abrir a loja de Sanlitun, já que a aglomeração de pessoas era enorme. Para garantir a segurança dos consumidores e dos empregados, as vendas do iPhone nas lojas de Pequim e Xangai estão temporariamente canceladas. Consumidores podem fazer a compra através da loja online ou adquiri-lo com a China Unicom e revendedores autorizados.”

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

De acordo com a Bloomberg, uma multidão passou a noite no frio (com temperaturas de até -9ºC) para adquirir o aparelho, que teria o início das vendas marcado para as 7h. Todavia, às 7h15 a loja continuava fechada. Foi aí que um homem não identificado, com um megafone, disse que o iPhone não seria mais vendido. Alguns começaram a gritar “abram a porta”, “mentirosos”, e, por questões de segurança, as elas permaneceram fechadas.

Cerca de 60 cambistas foram contratados por revendedores para passar 12 horas do lado de fora de uma das lojas, com a promessa de que seriam pagos US$19 caso retornassem com aparelhos em mãos — um dos prováveis motivos do início da confusão. Um deles informou ainda que eles (cambistas) vieram de ônibus do subúrbio, e que receberam apenas um ajuda de custo para alimentação — ele preferiu não se identificar, a fim de evitar possíveis represálias.

“Isso é um desastre. Todo mundo sabe que haveria um número maciço de pessoas no lançamento. Isso mostra a incapacidade de gestão do varejo”, afirmou Shaun Rein, diretor-gerente do China Market Research Group.

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

Confusão na China - Lançamento do iPhone 4S

Veja mais fotos na galeria do M.I.C Gadget, no Flickr.

Em outras partes da capital, o lançamento foi mais tranquilo (porém, não menos traumático). Em uma loja em Xidan, foram distribuídos 1.000 tickets para que clientes garantissem a compra do aparelho (máximo de dois por pessoa). Já em outra loja no bairro de Pudong, o horário estipulado para o início das vendas também era das 7h, todavia as portas foram abertas uma hora mais cedo para acomodar a multidão. Uma cliente que pretendia comprar o aparelho para a filha se mostrou irritada, já que, na teoria, a comercialização começaria às 7h, mas, quando ela chegou, às 6h, todos os iPhones já estavam vendidos.

Posts relacionados

Comentários