Kodak pede proteção à justiça contra falência e alguns temem seu futuro

Filme - Kodak

A Kodak foi à justiça pedir proteção contra falência enquanto tenta se reestruturar, transformando-se em uma empresa totalmente digital — mercado responsável hoje por 75% de seu faturamento. Se tudo der certo, até 2013 o processo será finalizado.

Publicidade

Filme - KodakAs medidas para isso envolvem um novo empréstimo no valor de US$950 milhões, que dará tranquilidade para que a companhia busque um comprador para suas 1.100 patentes, além de remodelar seu negócio com mais segurança, focando em produtos e mercados lucrativos. O CEO da empresa, Antonio Perez, afirmou que esse não é o fim da Kodak, citando outras empresas que passaram pelo mesmo processo — General Motors e Chrysler, por exemplo. Todas as informações a respeito da reestruturação podem ser encontradas nesse site.

Mas na prática, o que isso significa para a empresa que inventou a câmera digital e que, infelizmente, não conseguiu se posicionar nele? Muitos temem que ela se transforme em uma patent troll — desde 2003 a empresa arrecadou mais de US$3 bilhões com suas patentes, valor que ela pretende aumentar, já que abriu um novo processo contra Apple, HTC e RIM (e mais recentemente, contra a Samsung). A ironia disso tudo é que tais patentes, essenciais para aparelhos eletrônicos móveis, ajudaram a “matar” o mercado que a Kodak reinava: o de filmes fotográficos.

Resta saber se essa transformação fará da Kodak uma empresa lucrativa, caso contrário o prognóstico de alguns será verdadeiro — um fim triste para uma companhia que marcou a história.

[via Cult of Mac]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…