Apple se diz dona de algumas das patentes mais lucrativas da Kodak

QuickTake 200

QuickTake 200A Apple resolveu jogar duro contra a Kodak, que acusa a firma de Cupertino de infringir algumas de suas patentes em dois processos diferentes — um deles será julgado pela ITC somente em setembro.

Publicidade

No dia 18 de janeiro, a Kodak pediu proteção contra falência à justiça, usando inclusive tais patentes como garantia para conseguir um empréstimo no valor de US$950 milhões. Só que, se depender da Apple, isso não acontecerá. A Maçã enviou um documento [PDF] à corte responsável pelo acaso, afirmando que as patentes em questão estão sendo disputadas pelas empresas e que não seriam propriedades da Kodak — dentre elas, um invento para câmeras digitais no qual a imagem que será fotografada pode ser pré-visualizada em uma tela LCD.

A Maçã alega que tais inventos são frutos de uma parceria entre as empresas na década de 1990, que resultou no lançamento da linha QuickTake — produtos esses descontinuados logo após a volta de Steve Jobs ao comando da empresa, em 1997. Isso significa que a firma de Cupertino teria também participações nas receitas provenientes do licenciamento de tais patentes — em seu pedido de proteção, a Kodak afirmou que já arrecadou US$3 bilhões em royalties com os inventos.

Essa seria um boa explicação para o possível “desinteresse” da Apple em adquirir as patentes da Kodak — se a alegação da Maçã for verdadeira, ela *também* é dona dos inventos mais importantes e lucrativos da Kodak. Caso não seja esse o caso, a Apple pode estar se aproveitando do enfraquecimento da companhia para chegar a um acordo e resolver, de uma vez por todas, as disputas judiciais entre elas.

[via AppleInsider, Electronista]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…