“Plants vs. Poluição” é uma ideia boa, mas exagerou na inspiração

Plants vs. Zombies e Missão Bioma

Um dos indicadores de que algo está fazendo sucesso é a leva de plágios inspirações que ele causa em outros projetos.

Desta vez, a semelhança suspeita vem de um projeto brasileiro intitulado Missão Bioma. Como disse no título, a ideia de criar um jogo no qual a pessoa usa elementos da natureza para combater a poluição e seus malefícios é bem interessante. E seria algo pra ser bem elogiado se não fosse…

Começando pelo título, cores e até o detalhe da folhinha nas pontas.

O gênero “tower defense” é muito popular em todas as plataformas de jogos, e a maioria segue um padrão para posicionar sua defesa e ataque, mas nem por isso precisava copiar o menu de forma tão descarada, né?

Depois vem o estilo dos personagens, suas ações — como mostra na figura, uma das criaturas atirando com o “braço”, tratores, etc. —, plataforma xadrez, cerca, e até… piscina!

O menu também pegou a inspiração de ser cravado em pedra, além de placas de madeira penduradas por cordas e toda a jobabilidade clássica e original de Plants vs. Zombies [iPhone/iPod touch, iPad, Mac], da PopCap Games.

Plágio (ou seja lá que nome acharem mais apropriado para o caso) sempre vai existir, mas quando ele ocorre em projetos assim, que claramente tiveram um bom investimento, chega a ser ainda pior, não acham?

Sou super a favor de iniciativas brasileiras no mercado dos games, seja online, mobile, para consoles ou qualquer outra plataforma. Também sou super a favor quando essas iniciativas abordam temas apropriados para a nossa realidade, como, no caso, a poluição. Contudo, é preciso uma forcinha para passar aquela linha tênue entre inspiração e malandragem comodismo.

Nós, brasileiros, merecemos um “tower defense” com uma pitadinha a mais de originalidade.

[dica do Carlos Roberto Grothoff]

Posts relacionados

Comentários