Morgan Stanley: Apple poderá vender até 40 milhões de iPhones na China em 2013

iPhone 4S chinês

Atualmente a Apple conta apenas com a China Unicom como sua parceira na terra dos dragões. Mas, de acordo com Katy Huberty, isso vai mudar até o ano que vem, com a Maçã estabelecendo acordos com a China Telecom e China Mobile, o que resultará em vendas de até 40 milhões de iPhones em 2013, no país.

Para isso, a Apple terá que lançar um aparelho compatível com a rede local — Huberty acredita que o passo natural é a adoção do padrão 4G TD-LTE. Segundo a analista, o novo smartphone será lançado no terceiro trimestre de 2012, com previsão de chegar à China no final do ano, mais tardar início do ano que vem.

iPhone 4S chinês

Levando em consideração apenas os clientes com planos elevados, o iPhone já abocanhou 20% deles na China Unicom. Se a mesma porcentagem for alcançada na China Mobile, o número de vendas poderá chegar a 24 milhões no país. Contudo, o mercado 3G cresce a passos largos por lá, então, não será surpresa se a Maçã atingir a casa dos 36 milhões de unidades em 2013.

Em todo o mundo, a Apple ainda poderá crescer bastante, já que hoje conta com apenas 30% de penetração nas operadoras — a Research In Motion (RIM), por exemplo, já alcançou 79% das telecoms mundiais. Em poucos anos, a Apple poderá vender até mesmo 60 milhões de iPhones anualmente na China — se levarmos em conta planos de fidelidade de dois anos e penetração similar à do mercado norte-americano.

Não custa lembrar que a China Telecom poderá começar a comercializar o iPhone em breve, faltando apenas a China Mobile se juntar à firma de Cupertino.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários