Apple tenta reverter situação complicada na China envolvendo o registro da marca “iPad”

Símbolo - Trademark

De acordo com uma notícia da Computerworld, a Apple apelou da decisão de um processo aberto contra a Proview Technology, companhia que alega ser dona da marca “iPad” na China.

Publicidade

Bandeira da China num iPad

A Proview vendeu os direitos globais desse nome para uma empresa chamada IP Application Development (IPAD) em 2006, pela bagatela de US$55.000, mas agora ela alega que nesse acordo não estavam as marcas registradas na China em 2000. Em outubro do ano passado, a Proview processou a Apple, e depois a Apple processou a Proview, ambas alegando a mesma coisa: que uma estava fazendo uso indevido da marca da outra.

Xie Xianghui, advogado que representa a Proview, disse que a Apple pediu a transferência da marca “iPad” na apelação, além de compensações (honorários) que totalizam 4 milhões de yuans (cerca de US$635 mil).

Para a Maçã, a subsidiária taiwanesa da Proview estava agindo como uma representante da matriz, baseada em Shenzhen. Porém, segundo Xianghui, a Proview não tinha essa relação com a sua subsidiária e não estava envolvida em qualquer negociação sobre a transferência das marcas “iPad”.

Publicidade

Enquanto isso, a empresa chinesa já apresentou dois processos nos tribunais do país exigindo que a Apple e distribuidores locais — como a Gome Electronics — parem de vender a tablet denominada iPad.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…