Governo norte-americano quer incentivar a adoção de livros didáticos digitais em escolas

Livros didáticos (textbooks) em iPads

A Apple fez a parte dela, lançado um novo modelo de livro didático digital totalmente interativo, junto a uma ferramenta de criação e distribuição para esse tipo de conteúdo — de quebra, ainda reformulou a iTunes U, abrindo suas portas inclusive para instituições de níveis educacionais variados (Ensino Fundamental, Médio, Superior, etc.).

Publicidade

Livros didáticos (textbooks) em iPads

Agora, chegou a vez do governo norte-americano de também cooperar com a iniciativa digital. De acordo com o USATODAY.com, Julius Genachowski (presidente da comissão federal de comunicações) e Arne Duncan (secretário de educação) recomendarão ainda hoje, em uma reunião entre líderes da indústria educacional do país, que estados modifiquem o atual processo de adoção de livros acadêmicos, permitindo que escolas K-12 (o equivalente ao nosso Ensino Médio) usem os financiamentos de livros didáticos físicos para adquirir livros digitais, como os apresentados pela Apple em 19 de janeiro.

Além disso, o governo pressionará editores, fabricantes de computadores/tablets e prestadores de serviços ligados ao mercado educacional para que baixem os custos dos produtos, atingindo, assim, 50 milhões de crianças com idade escolar. O objetivo é que em 2017 todos (ou grande parte) esteja utilizando livros didáticos digitais.

Publicidade

Nós gastamos US$7 bilhões em livros didáticos anualmente, e para muitos estudantes ao redor do país, eles são desatualizados. Em cinco anos poderemos gastar menos [dinheiro] como sociedade, recebendo mais por isso.

Alguém ainda duvida que a Apple vai entrar com tudo no mercado educacional?

[via MacRumors]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…