Motorola quer 2,25% das vendas de iPhones para licenciar suas patentes

Logo - Apple e Motorola

Nessa semana, devido à disputa contra a Motorola na Alemanha, a Apple se viu obrigada a retirar alguns de seus produtos de sua loja online no país. Pouco tempo depois, ela conseguiu uma liminar e resolveu, mesmo que momentaneamente, a situação.

Logo - Apple e Motorola

A Motorola, uma das pioneiras do mercado de telefonia móvel, possui diversas patentes que cobrem tecnologias essenciais para o funcionamento de um celular/smartphone (algumas delas envolvem 3G/UMTS, GPRS, entre outras). Teoricamente, por serem essenciais, essas patentes deveriam ser licenciadas sob os termos FRAND (Fair, Reasonable, and Non-Discriminatory). Só que a Motorola, de acordo com Florian Mueller, do FOSS Patents, está pedindo nada mais nada menos que 2,25% das vendas de iPhones para liberar os inventos — vale ressaltar que esse tipo de informação normalmente não é fácil de se conseguir, fazendo parte dos documentos secretos do processo.

Justamente por isso, a Apple recorreu à Ericsson — e potencialmente a outras empresas —, a fim de saber quais foram os termos de liberação entre elas — a ideia é descobrir se a Motorola está sendo ou não razoável com a Maçã. O problema é que, se a Motorola estiver exagerando no pedido (e alguns acreditam que sim), ela poderá arrumar um grande problema. A Samsung, por exemplo, pediu 2,4% de royalties para licenciar suas patentes. Especialistas acharam ser um valor alto, e muito provavelmente a investigação aberta pela Comissão Europeia tem ligação com isso. Se for comprovado que a Motorola seguiu o mesmo caminho da sul-coreana, o fim dela poderá ser o mesmo: uma investigação para apurar se ela está abusando, impedindo assim a concorrência.

Para termos ideia do que representa o pedido da Motorola, se a Apple pagasse 2,25% de royalties em cima de todas as vendas de iPhones até o presente momento, a Motorola embolsaria US$2,08 bilhões.

Posso estar enganado, mas, com o vazamento dessa informação, a Apple pode dar um importante passo para provar que a Motorola está dificultando o licenciamento das patentes, o que pode virar o jogo pro lado dela.

[via Fortune Tech]

Posts relacionados

Comentários