Amazon parou de vender o iPad na China e o motivo pode ser bizarro: autorização da Apple

Logo da Amazon (China)

Hoje comentamos que, entre outras coisas relacionada ao imbróglio chinês, a Amazon parou de vender iPads. Porém, parece que o caso nada tem a ver com o banimento do aparelho no país – até mesmo a Proview foi pega de surpresa nessa história, já que não existe banimento (ainda) na cidade de Pequim, onde fica a sede da Amazon na China.

Tudo leva a crer que o pedido foi feito pela própria Apple e que, apesar do timing perfeito (haja coincidência!), os iPads foram retirados das prateleiras virtuais pois a Amazon *não* é uma revendedora autorizada — consequentemente, não pode vender o produto. Ouch!

Logo da Amazon (China)

Enquanto isso, nenhuma explicação foi dada para o caso da Suning, outra loja online que também deixou de vender o aparelho — quem sabe pelo mesmíssimo motivo, mas não podemos afirmar com certeza ainda.

Em uma nota relacionada, o caso entre Apple e Proview será julgado em 29 de fevereiro.

[via TechCrunch: 1, 2]

Posts relacionados

Comentários