Apesar dos esforços da Proview, será bem difícil banir as exportações de iPads na China

iPad na China - iOS chinês

Conforme comentamos ontem, além de querer banir o iPad do mercado chinês, a Proview quer também acabar com as exportações do produto da Apple, o que seria terrível para a Maçã. Só que, de acordo com a Reuters, isso não acontecerá facilmente. Em uma entrevista por telefone, Yang Long-san, executivo da Proview, afirmou que as autoridades do país informaram que os consumidores chineses simplesmente amam os produtos da firma de Cupertino. Além disso, a dimensão do mercado seria muito grande — ou seja, “a voz do povo é a voz de Deus”.

iPad na China - iOS chinês

A Foxconn, maior parceira da Apple na produção de iProducts, também é chinesa, então uma atitude dessa prejudicaria muito não somente ela como seus trabalhadores — como se eles (empregados) precisassem de mais essa dor de cabeça.

Enquanto isso, as lojas online Amazon.com e Suning pararam de vender o produto, ao mesmo tempo que o banimento parece ter chegado também à cidade de Xuzhou, a qual tem cerca de 1,8 milhão de habitantes.

Para quem não lembra do caso, aqui vai um refresco de memória: a Apple diz ter comprado os direitos da marca iPad da Proview. Todavia, esta diz que a compra não envolveu o registro das marcas na China e está agora, supostamente, brigando pelos seus direitos.

[via MacRumors, TNW]

Posts relacionados

Comentários