Barclays Capital: ações da Apple em US$500 é apenas o começo

Logo Barclays Capital

O analista Ben Reitzes resolveu projetar um pouco o futuro dos papéis da Apple, cravando um preço-alvo de US$630. Para ele, a empresa continuará vendendo o iPad 2 por um preço mais acessível após o lançamento da próxima geração. Além disso, Reitzes acha que a renovação da linha de portáteis (que tem tudo para seguir a do MacBook Air) será também um grande catalisador para a Maçã.

Indo contra a declaração de Tim Cook, Reitzes acredita que a Apple poderá, sim, equipar Macs com chips ARM em um futuro próximo (ele arrisca 2013). Outro catalisador da empresa será o próximo iPhone, o qual na opinião do analista será compatível com redes 4G (LTE), terá uma câmera melhor, uma tela maior e outros novos recursos que podem até mesmo incluir capacidades NFC (Near Field Communication, ou Comunicação de Campo Próximo), eventualmente atingindo vendas de 50 milhões de unidades em apenas um único trimestre — o recorde da companhia foram 37,04 milhões, no FQ1 2012.

Gráfico - Barclays Capital

Outro produto que contribuirá para as ações atingirem o preço-alvo de Reitzes é a tão falada/aguardada televisão da Apple, que na opinião dele será centralizada em uma loja de apps — com direito a iCloud, Siri e uma interface totalmente inovadora. O analista só não sabe dizer se o novo produto chegará em 2012, já que o foco da empresa, por enquanto, permanecerá no iPhone e no iPad.

Para finalizar, Reitzes também acredita que, até o final do ano, a Apple vai começar a pagar dividendos a seus acionistas.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários