FLA diz que existem vários problemas em fábricas da Foxconn; jornalista da ABC entra em uma delas

Foxconn

Depois de ter uma ótima primeira impressão das fábricas da Foxconn, na China, Auret van Heerden, presidente da Fair Labor Association, voltou a falar sobre as condições de trabalho da empresa. Só que desta vez, não tão bem assim.

Foxconn

Durante uma entrevista por telefone para a Bloomberg, van Heerden afirmou que existem muitos problemas na fábrica, acreditando que veremos alguns anúncios significativos em um futuro breve. Apesar da informação, ele recusou-se a detalhar possíveis violações encontradas nas fábricas.

A Foxconn também se pronunciou, afirmando que está cooperando plenamente com a auditoria e que vai analisar e implementar as futuras recomendações que surgirem.

Em uma nota relacionada, Auret van Heerden comentou que a declaração passada, de que as fábricas da Foxconn eram de “primeira classe”, foi baseada em interações anteriores.

· · ·

Enquanto o presidente da FLA não decide se as condiçoes sao boas ou ruins, a Apple — em um movimento pra lá de incomum — autorizou a entrada do canal ABC em “suas fábricas”.

[blackbirdpie id=”170647432349224960″]

Bill Weir, âncora do programa Nightline, terá acesso exclusivo aos estabelecimentos da Foxconn, acompanhando de perto como os iGadgets são fabricados. Interessante notar que essa será a primeira vez que um jornalista visita tais fábricas.

Bill Weir

Veja a declaração de Weir:

Durante anos, a Apple e a Foxconn tem sido sinônimo de lucros monstruosos e sigilo total, de modo que seria fascinante vagar pelas linhas de produção de iPhones e iPods, conhecer as pessoas que os constroem e ver como eles vivem. Nossas câmeras estavam rodando quando milhares de candidatos esperançosos correram para os portões da Foxconn, e eu falei com dezenas de empregados e com um dos executivos tops sobre tudo, desde horas extras e pagamentos até suicídios e as controversas redes que foram instaladas para evitá-los nas fábricas em Shenzhen. Depois dessa viagem, eu nunca mais verei os produtos da Apple da mesma forma novamente.

Sinceramente, essa declaração não me soou, assim, tão verdadeira. Apesar de achar que existem muitos problemas e muitas coisas erradas nas fábricas da Foxconn, duvido muito que a Apple permitiria a entrada de um jornalista lá para difamar a imagem da empresa. Pelo contrário, essa provavelmente é mais uma atitude da firma de Cupertino para tentar amenizar as críticas que vem recebendo de diversos veículos sobre o assunto.

A Apple deve estar controlando tudo, absolutamente tudo que será transmitido nesse programa, que vai ao ar em 21 de fevereiro às 23h35, no canal americano ABC (22 de fevereiro, às 2h35, horário brasileiro de verão).

[via TNW, PCMag.com]

Posts relacionados

Comentários