Morgan Stanley é mais uma firma a acreditar que a Apple vai começar a pagar dividendos

Logo da Morgan Stanley

Barclays Capital, Sterne Agee, Mizuho Securities… e, agora, Morgan Stanley: todas estas empresas acreditam que a Apple vai começar a pagar dividendos para seu acionistas em breve.

Saco de dinheiro

Dos quase US$100 bilhões em caixa, cerca de um terço está nos Estados Unidos — somente no país, a estimativa para 2012 é que a Maçã gere mais US$18 bilhões. A analista Katy Huberty acredita que a Apple deveria usar o dinheiro para este fim por três motivos: 1. a Apple pode fazer isso sem comprometer seu caixa (repetindo, usando apenas dinheiro dos cofres americanos); 2. dividendos devem melhorar a performance das ações da Apple a longo prazo; 3. investidores estão preferindo empresas que pagam dividendos.

Para Huberty, a soma dos dividendos à nova linha de iProducts, que será lançada ao longo do ano, poderão valorizar ainda mais as ações da Apple — seu preço-alvo ficaria em US$600, bem mais do que os US$515 projetados anteriormente (já atingido, diga-se).

Para Scott Devitt, também da Morgan, a Apple está ameaçando bastante a Amazon (a empresa como um todo, e não os Kindles). Isso porque a Maçã não para de vender iPhones e iPads, prejudicando os negócios da gigante de ecommerce. Depois do comentário de Devitt e de suas novas projeções para a empresa de Jeff Bezos, as ações da Amazon caíram bastante.

Lembrando que hoje acontecerá a reunião de acionistas da Apple — se algo desse porte acontecer, a decisão sairá de um encontro como esse.

[via Fortune Tech, SAI]

Posts relacionados

Comentários