Atenção: se você dá acesso a informações de geolocalização ao iOS, também está liberando toda a sua biblioteca de fotos

PhotoSpy - iOS

Semanas depois após a polêmica sobre acesso indevido a contatos do iOS, o NYTimes.com destacou hoje outra possibilidade que desenvolvedores têm em mãos sobre a qual usuários deveriam ter conhecimento.

Veja a mensagem abaixo:

PhotoSpy - iOS

Você provavelmente já a viu algumas vezes no seu iPad ou iPhone/iPod touch, e na maioria delas deve ter permitido o acesso — algo necessário em apps que puxam sua localização geográfica, como foursquare, Instagram, clientes de Twitter e muito outros.

O problema é que, embora a caixa de diálogo seja bem clara quanto ao acesso a *informações de geolocalização*, ao tocar em “OK” o usuário também está dando acesso livre a toda a sua biblioteca de fotos. O comportamento não é visto como um bug e de fato não há relatos de apps fazendo mau uso disso, mas não deixa de ser um tanto preocupante.

Essa possibilidade foi implementada pela Apple no iOS 4, para dar mais liberdade de desenvolvedores fazerem aplicativos que interajam com fotos e informações de geolocalização. Até aí problema nenhum, só é preciso mesmo que esse alerta de permissão seja mais claro quanto ao que está sendo liberado.

Assim como no caso de acesso a contatos, a Apple verifica todos os aplicativos enviados para aprovação na App Store quanto a uso indevido desses recursos, a fim de impedir que dados pessoas de usuários sejam capturados de forma maliciosa. Como a quantidade de coisas que ela recebe hoje é muito grande, porém, nem sempre podemos confiar que essa verificação está sendo feita realmente de maneira impecável.

[via TNW]

Posts relacionados

Comentários