Especialista em áudio diz que músicas “Masterizadas para o iTunes” não necessariamente são mais próximas de CDs

Badge/selo - Mastered for iTunes

Badge/selo - Mastered for iTunesHá uma semana, a Apple lançou uma nova seção na iTunes Store e anunciou o selo “Mastered for iTunes”. De lá pra cá, muitos discutiram o real intuito da coisa e alguns até ficaram confusos, achando que o que a Apple estaria prometendo é algo mais próximo de CDs (ou vinis, quem sabe).

Não é bem assim, e um teste prático comprovou a coisa. Ian Shepherd, especialista em áudio responsável pelo site Production Advice, publicou no YouTube um vídeo que explica bem como fazer essas comparações. Para tal, ele usou uma música dos Red Hot Chili Peppers e comparou a versão original em CD, uma masterizada para o iTunes e um AAC convencional gerado pelo CD.

Veja só:

Como profissionais e engenheiros de áudio retrabalham os arquivos de áudio originais para otimizá-los para iGadgets e afins, é natural que as músicas “Mastered for iTunes” não sejam tão parecidas quanto as originais em CD — só que a questão é que, para muitos, elas serão até melhores (e é esse o objetivo principal da Apple).

Resta apenas uma dúvida quanto ao teste de Shepherd, que se baseou num único arquivo de uma única banda. Gostaria de saber mais sobre as conclusões dele se fizesse o mesmo com uma amostra maior de exemplos, afinal, a coisa pode variar bastante.

Hoje mais cedo, surgiu também um rumor sobre a Apple estar trabalhando num novo formato de áudio HD, com streaming flexível. Será bastante interessante, se for verdade.

[via 9to5Mac]

Posts relacionados

Comentários