Novela entre Apple e Proview ganha mais um complicado capítulo

iPad

A disputa entre Apple e Proview na China acaba de ganhar mais um capítulo pra lá de complicado e confuso. Um dos credores da empresa chinesa, a Fubon Insurance, está se movimentando para reivindicar débitos que totalizam quase US$9 milhões — em junho de 2011, a Fubon entrou com um pedido para que todos os bens da Proview fossem liquidados, porém, como o prazo expirou e nada foi feito, os advogados da empresa entraram novamente com outro pedido.

iPad

Se ele for acatado pelo tribunal, toda a disputa envolvendo a Apple e a marca “iPad” será interrompida. Ainda de acordo com a notícia, a Proview possui hoje bens avaliados em US$320 milhões, contudo, suas dívidas chegam ao enorme valor de US$2 bilhões — adivinha quanto ela quer arrancar da Apple?

A Proview já declarou que conseguirá arcar com todos os seus compromissos financeiros relacionados com a disputa contra a Apple — pelo visto, ela não conta com uma possível derrota para a Maçã nos tribunais. Só que a Fubon não pensa assim, e afirma que a Proview não pode se basear em uma disputa que ainda não foi concluída. Como os atuais bens da empresa resolvem o problema da Fubon, ela quer que tudo aconteça imediatamente!

Se a reclamação da Fubon não fosse datada de meados de 2011, eu jurava que a Apple tinha um dedo nessa história. 😛

Relembrando a história: a Proview vendeu os direitos globais da marca “iPad” para uma empresa chamada IP Application Development (IPAD) em 2006, pela bagatela de US$55.000 — empresa esta utilizada pela Apple como “laranja”. Mas, agora, a Proview alega que nesse acordo não estavam as marcas registradas na China em 2000. Em outubro do ano passado, a Proview processou a Apple, e depois a Apple processou a Proview, ambas alegando a mesma coisa: que uma estava fazendo uso indevido da marca da outra.

[via TNW]

Posts relacionados

Comentários