Como os analistas viram a chegada do novo iPad?

Novos iPads - branco e preto

Analistas — “amadores” e “profissionais” — estão sempre dando seus pitacos sobre futuros lançamentos da Apple, fazendo previsões de vendas e comentando a situação da empresa no mercado. Após o lançamento do novo iPad, é hora de agora ouvirmos o que eles têm a dizer.

Publicidade

Novos iPads - branco e preto

Alguns destaques:

  • Michael Walkley, da Canaccord Genuity: “Acreditamos que o novo iPad elevou o nível com relação a tablets concorrentes, com especificações de hardware impressionantes, preços competitivos e o ecossistema líder de software que inclui mais de 200 mil aplicativos específicos para o iPad.”
  • Mark Moskowitz, da J.P. Morgan Securities: “A habilidade da Apple de aumentar a resolução da tela, capacidades gráficas e integrar 4G LTE sem comprometer a bateria do novo iPad serão diferenciais-chave contra a concorrência, e um feito difícil de se alcançar.”
  • Tavis McCourt, da Morgan Keegan: “No geral, esse upgrade para a linha de iPads continua mantendo a Apple bem à frente da sua concorrência.”
  • Shaw Wu, da Sterne Agee: “Apesar de um novo iPad ter sido muito esperado, nós sem dúvida nenhuma vemos isso como um marco. […] Acreditamos que nossas estimativas recentemente elevadas poderão se mostrar conservadoras, e a AAPL continua sendo uma das nossas principais recomendações.”
  • Shebly Seyrafi, da FBN Securities: ampliou sua estimativa de vendas do iPad para o trimestre que acaba de junho de 13 para 15 milhões, bem como o preço-alvo das ações da Apple, de US$650 para US$730.
  • Bill Choi, da Janney Capital: “Os upgrades de hardware/especificações do novo iPad foram consistentes com as nossas expectativas e ajudarão a Apple a manter sua dominação sobre tablets concorrentes.”
  • Richard Gardner, do Citigroup: “Com a adição de tantas novidades com os mesmos preços do iPad 2, a Apple mais uma vez tornou praticamente impossível para concorrentes para superar o iPad em preço e ainda assim lucrar.”

Além disso, o analista Mike Abramsky, da RBC Capital, entrevistou recentemente mais de 1.100 pessoas sobre a sua intenção de compra do iPad 2 — após o corte de US$100 nos Estados Unidos. Já dá pra ver que a Apple fez a coisa certa:

Publicidade

Intenção de compra do iPad 2

Katy Huberty, da Morgan Stanley, aponta que esse modelo mais barato poderá representar um aumento de 38 milhões na demanda global pelo produto — 15-20 milhões só nos Estados Unidos.

Belo começo, Apple.

Publicidade

[via Forbes, Reuters, Fortune Tech]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…