Epic Games e Electronic Arts apostam alto no iPad como futuro dos consoles de jogos

Jogo rodando no novo iPad

Quando a Apple lançou o primeiro iPhone — e até o primeiro iPad —, ela não acreditava e nem tinha grandes pretensões de torná-los dispositivos focados em games. Quem se encarregou de mudar esse estigma foram os próprios desenvolvedores, os quais foram evidentemente bastante correspondidos pelo mercado.

Não demorou muito tempo e a Apple passou a dar mais atenção a jogos, chegando inclusive a caracterizar o iPod touch como um dos dispositivos mais divertidos para esse tipo de coisa. Mas o iGadget do momento é mesmo o novo iPad, que em sua keynote de lançamento contou com mais uma demonstração incrível da Epic Games, com o seu jogo Infinity Blade: Dungeons.

Jogo rodando no novo iPad

Mike Capps, chefe da Epic, falou à Reuters dizendo que acredita que a coisa evoluirá ainda mais a partir da integração com controles específicos para a tablet, que possam prover feedback háptico para usuários — isso se, no futuro, a Apple não incorporar uma tecnologia desse tipo nativamente nos aparelhos, é claro.

A Electronic Arts também está muito empolgada com a possibilidade de o iPad logo, logo chegar ao poder de processamento de um Microsoft Xbox 360 (ou de um Sony PlayStation 3, é claro) — e, via AirPlay, poder jogar todo esse conteúdo para HDTVs. Como uma das desenvolvedores mais ativas na plataforma, ela já garantiu que estará lá para aproveitar isso.

Um dos grandes trunfos/diferenciais da plataforma da Apple é a grande integração que há entre os aparelhos, o sistema operacional e os aplicativos que nele rodam. Com as ferramentas adequadas, a Maçã dá a desenvolvedores tudo o que precisam para deixar a criatividade rolar e, assim, oferecerem experiências realmente cativantes para gamers fanáticos ou casuais. O poderio gráfico, nesse caso, acaba atuando como coadjuvante.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários