Morgan Stanley: poder de faturamento da Apple é altíssimo, bem maior que o inicialmente imaginado

Gráfico - Morgan Stanley

Veja só: as ações da Apple não param de subir, e o preço que antes era considerado alvo pela firma Morgan Stanley, tornou-se um valor base — isso tudo em apenas três meses.

Gráfico - Morgan Stanley

A analista Katy Huberty tratou de liberar uma nova projeção, colocando o preço-alvo em US$960 — a base agora ficou em US$720, enquanto que, em um cenário pessimista, as ações poderão cair para US$405.

“Acreditamos que o poder de faturamento da Apple é potencialmente muito maior do que os investidores acreditam e o sugerido inicialmente por nossos estudos”, disse Huberty. Três fatores seriam os principais responsáveis pelo atual (e futuro) sucesso da empresa: 1. o crescimento no mercado empresarial combinado à queda de preço da segunda geração do iPad; 2. baixas estimativas de vendas do iPhone, que poderá trazer boas novidades no segundo semestre, e; 3. mercados emergentes como China e Brasil, ainda pouco explorados pela empresa.

Tudo indica que teremos mais um novo recorde, hoje, para a NASDAQ:AAPL. Ainda falta muito, todavia, nesse ritmo, a Maçã poderá valer US$1.000.000.000.000 (eu sei, são muitos zeros!) em um futuro não muito distante. Incrível!

[via Fortune Tech]

Posts relacionados

Comentários