Acionistas da HP: “Por que nossa empresa não é tão inovadora e bem sucedida como a Apple?”

Meg Whitman, CEO da HP

É… a vida não está fácil para a CEO da Hewlett-Packard, Meg Whitman. Durante uma sessão de perguntas e respostas no encontro anual de acionistas da empresa, a executiva ouviu um bocado. Que as coisas não vão tão bem assim no mercado de PC todos sabem, mas quando começam a surgir comparações com a empresa mais valiosa do mundo, aí não tem muito o que fazer.

Um dos acionistas disse que, certa vez, perguntou a Steve Jobs como a Apple planejava competir com empresas maiores como a HP. A resposta foi clássica — algo parecido com: “nossos produtos são melhores e nossa tecnologia está anos à frente, especialmente no mundo mobile.”

Como sabemos, Jobs estava certo, afinal, hoje a Apple vale dez vezes mais que a HP. E foi aí que surgiu uma das perguntas para Whitman: “Você acha que a HP foi e é inovadora o bastante?”

Meg Whitman, CEO da HP

Primeiramene, Whitman disse que todos devem aplaudir o sucesso da Apple. “Esta é uma das histórias de renascimento de um negócio de maior sucesso da nossa geração. Eu tenho que dizer, Steve Jobs é um dos líderes de negócios da nossa geração.” Depois, é claro, veio a parte que interessava (para os acionistas). Whitman falou que a HP permanece na primeira ou na segunda posição em todos os seus negócios, e que continuará investindo em pesquisa e desenvolvimento.

Outro acionista expressou seu descontentamento com a falta de uma cadeia de lojas físicas como as famosas Apple Retail Stores. Hoje, se uma impressora da marca quebra, um consumidor tem que enviar o produto para as instalações da HP, em vez de simplesmente entrar em uma “HP Store” e consertá-la, como acontece nas lojas da Maçã.

Whitman comentou a iniciativa da empresa no Brasil(!), onde a HP tem lojas físicas. Contudo, ela não prometeu que a estratégia funcionará nos Estados Unidos — enquanto isso, a empresa tenta melhorar o suporte através do site.

Para terminar, outro acionista mencionou a visão e o sucesso da Apple no mercado, perguntando se a HP tem uma “enxerga a mesma coisa”, e se teria algum produto inovador saindo de seus laboratórios. De acordo com a CEO, a HP desde sua fundação é uma empresa inovadora e revolucionária, contudo ela admitiu que, nos últimos anos, a companhia vem apresentando mais evoluções do que revoluções. E, possivelmente colocando um dos ensinamentos de Jobs em prática, Whitman disse acreditar em foco, e que encoraja os líderes da empresa a fazer poucas coisas, mas fazendo-as bem.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários