Quem diria: Steve Jobs tentou levar o criador do Linux para a Apple

Linus Torvalds, criador do Linux

Linus Torvalds, criador do LinuxLinus Torvalds não foi mais um que aproveitou o falecimento de Steve Jobs para vir à mídia se promover trazendo alguma história do cofundador e ex-CEO da Apple, mas foi nesta semana perfilado pela Wired.com e, agora sim, veio com uma novidade muito curiosa.

Em 2000, quando ainda trabalhava na Transmeta, o criador do Linux se encontrou com Jobs e foi convidado a visitar o campus da Apple, em Cupertino. O motivo disso, obviamente, é que Jobs queria contratá-lo.

Apesar de o Mac OS X ser baseado em Unix — daí o interesse de Jobs em Torvalds —, a condição para ele ir para a Apple seria deixar de trabalhar no Linux, o que fez com que o hacker/desenvolvedor negasse a proposta.

Vale lembrar que, naquela época, o Mac OS X ainda estava em fase beta, porém Torvalds já tinha tido contato com seu kernel Mach e não gostou nem um pouco do que viu — mais um fator que lhe fez desistir de ir trabalhar na Apple.

Infelizmente a Wired.com não questionou Torvalds sobre ele ter se arrependido ou não de sua decisão, e infelizmente para nós é impossível prever o que teria sido do Mac OS X com a sua experiência em jogo. Melhor ou pior, o legal é que tanto Apple quanto Torvalds estão muito bem atualmente.

[via SlashGear]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…