Review: rabiscando com o Paper by FiftyThree

Não é o primeiro nem será o último app que leva o estilo de cadernos Moleskine para o iPad. O Penultimate é um dos mais famosos dessa categoria de anotações/rabiscos, e a Wacom também colocou uma ótima (e gratuita) opção para acompanhar a linha Bamboo.

Publicidade

Em meio a esses grandes sucessos, o novo app Paper tem dois grandes diferenciais para ganhar destaque na loja: o uso de gestos multi-touch e o traço diferente.

O aplicativo usa o recurso do multi-touch em diversas funcionalidades: abrir/fechar os cadernos, mudar de páginas, mostrar o estojo de ferramentas e, por fim, uma maneira diferente de desfazer: girando dois dedos em sentido anti-horário, as ações voltam traço a traço — como num relógio.

Fico um pouco com o pé atrás quando vejo um certo abuso de gestos na tela touchscreen, pois muitas vezes acabam complicando em vez de facilitar as ações. Além de falhar algumas vezes, o tal relógio tem um limite curto de ações que podem ser desfeitas. Gestos facilitam, mas um botãozinho de “limpar tela” seria muito bem-vindo!

O outro grande destaque é para o tipo de traço, que é bem suave e simula pressão de acordo com a velocidade do traçado. Acreditem… desenhar assim fica muito mais fácil, hehe!

Publicidade

Além desse estilo padrão (que já é bem legal), é possível comprar mais tipos de lápis e canetas via In App Purchases.

Conclusão

Entre os três principais apps dessa categoria — Penultimate, Bamboo Paper e Paper —, minha recomendação principal é para o Bamboo Paper, da Wacom, que, além de também ser gratuito, traz opções de papel, ferramenta de zoom e uma interface belíssima.

Contudo, não custa nada (literalmente) deixar o Paper by FiftyThree no iPad para aproveitar o traço estilizado que só ele tem. Diria que ele não é ideal para escrever, mas sim para rabiscar ideias, como o próprio vídeo acima sugere.

O Paper é gratuito na App Store [27,5MB; requer o iOS 4.3 ou superior], e já está preparado para a resolução Retina do novo iPad.

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…