Cinco pessoas são indiciadas na China após incentivarem garoto a vender seu rim para comprar um iPhone e um iPad

Bart dizendo que não irá vender seu rim

Em junho do ano passado, falamos aqui no site de um adolescente chinês que fez a burrada de vender um rim para comprar um iPhone e um iPad. Não deu outra: desde então Wang (sobrenome) sofre de problemas de saúde devido à retirada do órgão, incluindo deficiência renal.

Bart dizendo que não irá vender seu rim

Agora, após meses de investigação, a polícia chinesa está indiciando cinco pessoas envolvidas no caso — incluindo o cirurgião que realizou a operação. Outros quatro membros do grupo também serão acusados de ferimento intencional, visto que todos lucraram com o procedimento e incentivam o garoto a fazê-lo. O “negócio” como um todo custou 220 mil yuans (quase R$64 mil), dos quais apenas 22.000 (~R$6.500) foram repassados a Wang.

O mais triste é imaginar que essa é somente uma das inúmeras histórias semelhantes que devem ocorrer por lá e nem sequer tomamos conhecimento. Que pelo menos esses cinco paguem pelo que fizeram.

[via Reuters]

Posts relacionados

Comentários