Sterne Agee: apesar da produção, demanda pelo novo iPad continua forte

Logo da Sterne Agee

Mesmo a Apple vendendo 3 milhões de iPads em seu lançamento, alguns estão com a pulga atrás da orelha achando que as vendas não estão boas como o esperado. O analista Shaw Wu, da Sterne Agee, resolveu acalmar os ânimos e afirmou que tudo está normal.

Wu pôde confirmar que o interesse pelo novo iPad ainda está alto, através de contatos com algumas fornecedoras da Apple. Tais chegagens mostraram também que o principal gargalo do gadget é a nova tela Retina, a qual ainda não está sendo fabricada no ritmo desejado pela Maçã — a Samsung seria a principal fornecedora.

Empregado em uma fornecedora da Apple

Outro ponto que parece ter baixado um pouco o nível de produção de iGadgets é a questão envolvendo as condições de trabalho. Apple e Foxconn já estão colocando algumas medidas em prática para combater esse problema, e uma delas quer acabar justamente com o excesso de horas extras de empregados da montadora — a Apple teria reduzido a carga horária dos trabalhadores de 60 para 49 horas semanais, o que interfere diretamente na produção de iPhones e iPads.

Confirmando que a produção da tablet caiu por esses motivos, e não pela fraca demanda, Wu aumentou as estimativas de vendas do iPad de 11,5 milhões para 12,3 milhões de unidades no FQ2 2012 — a projeção para o ano de 2012 também aumentou de 60 milhões para 63 milhões, o que contribuirá para a receita total de US$161,2 bilhões; o preço-alvo da NASDAQ:AAPL também foi ligeiramente modificado, de US$740 para US$750.

[via AppleInsider]

Posts relacionados

Comentários