Órgão australiano deve processar a Apple por cartel em ebooks; três editoras firmam acordo com o Departamento de Justiça dos EUA

Logo da ACCC

Bandeira da AustráliaRecentemente, a Australian Competition and Consumer Commission (ACCC) não gostou da forma como a Apple divulgava o novo iPad no país — a Maçã alega que o produto é 4G, quando na verdade ele não é compatível com as redes LTE e WiMAX locais. O órgão então buscou a justiça para que a empresa reembolsasse clientes lesados e alterasse a comunicação do produto, deixando claro que ele *não* funciona em redes de última geração no país.

A Apple mal teve tempo de respirar e a ACCC já planeja um novo processo, dessa vez mirando o cartel em ebooks — mesmo motivo pelo qual a firma de Cupertino foi processada pelo Departamento de Justiça (DoJ) dos Estados Unidos. O órgão está ciente do processo americano, mas está fazendo a sua própria investigação do caso, na Austrália.

Em uma nota relacionada, a Bloomberg informou que as editoras Simon & Schuster, Hachette e HarperCollins chegaram a um acordo com o DoJ, alegando que de fato conspiraram junto à Apple a fim de fixar o preço de ebooks.

[via TNW]

Posts relacionados

Comentários