Juiz nega pedido da Apple sobre descarte de processo envolvendo crianças e In App Purchases

Ícone - In-App Purchases

Ícone - In App PurchasesVamos voltar um pouco no tempo — quase um ano exato, pra ser mais preciso: em abril de 2011, a Apple foi alvo de uma ação coletiva de pais que desconfiam de cobranças indevidas relacionadas a jogos para iOS, feitas através do sistema de In App Purchases da companhia.

A Apple bem que tentou descartar esse processo antes que ele fosse levado em frente, mas há alguns dias, segundo o paidContent, o juiz Edward Da Vila negou o pedido da firma de Cupertino e a ação terá prosseguimento.

Agora, a Apple terá que dar entrada em sua defesa até 24 de maio. Boa parte dela será certamente baseada nos Termos de Uso da iTunes Store, que devem cobrir essas questões em detalhes — mas dependerá muito da interpretação da justiça, decidir se ela está certa ou não. Vamos acompanhando.

Aos interessados, mais detalhes sobre esse processo estão disponíveis no blog de Eric Goldman.

Posts relacionados

Comentários