Apple registra recorde de vendas de iPhones, iPads e Macs em seu segundo trimestre fiscal de 2012

Logo da Apple

Logo da AppleA Apple acaba de anunciar seus resultados financeiros do segundo trimestre fiscal de 2012 (finalizado em 31 de março), revelando um recorde de vendas em iPhones, iPads e Macs.

A companhia divulgou um faturamento de US$39,2 bilhões, com lucros líquidos de US$11,6 bilhões — ou US$12,30 por ação diluída. Os números se comparam a US$24,7 bilhões, US$6 bilhões e US$6,40, respectivamente, há um ano.

Sua margem bruta foi de 47,4%, contra 41,4% no mesmo período de 2011. Vendas internacionais compreenderam 64% do total do trimestre.

A Apple vendeu 35,1 milhões de iPhones no trimestre, 88% a mais em unidades que há um ano. Foram comercializados 11,8 milhões de iPads no período, 151% a mais que no segundo trimestre fiscal de 2011. Ela ainda totalizou 4 milhões de Macs vendidos, 7% a mais que há um ano. As vendas de iPods caíram 15%, totalizando 7,7 milhões.

“Estamos contentes com as vendas de mais de 35 milhões de iPhones e quase 12 milhões de iPads no trimestre de março”, disse Tim Cook, CEO da Apple. “O novo iPad começou muito bem, e durante o ano vocês verão muito mais desse tipo de inovação que só a Apple consegue entregar.”

“Nossos resultados de março geraram US$14 bilhões em fluxo de caixa de operações”, afirmou Peter Oppenheimer, CFO da Apple. “Olhando à frente para o terceiro trimestre fiscal, nós prevemos receitas de cerca de US$34 bilhões e ganhos por ação diluída de aproximadamente US$8,68.”

Em instantes, como de praxe, a Apple iniciará uma conferência de áudio (via QuickTime) para detalhar todos esses resultados financeiros. Ainda hoje, mais tarde, o MacMagazine publicará um resumão de tudo o que rolar por lá, em português.

Posts relacionados

Comentários