Pesquisa indica que a Apple poderia lucrar mesmo fabricando produtos nos Estados Unidos

Trabalhadores em fábricas de parceiras da Apple

Já explicamos em detalhes os motivos pelos quais a Apple fabrica seus produtos na China, polêmica esta que na época até a fez publicar um relatório destacando a quantidade de empregos que gera atualmente nos Estados Unidos. Há poucos dias, surgiu mais um forte fator indicando o porquê de a China ser tão valiosa para a Maçã, mas há quem questione tudo isso.

Publicidade

Trabalhadores em fábricas de parceiras da Apple

Segundo uma pesquisa divulgada pelo Centre for Research on Socio-Cultural Change (CRESC), da Universidade de Manchester, a fabricação de produtos da Apple nos EUA pode ser considerada pelo menos plausível — apostando que a empresa conseguiria manter uma margem elevada na montagem do iPhone mesmo por lá.

Evidentemente, a Apple nem nenhuma outra empresa conseguirá pagar o mesmo por mão-de-obra americana quanto o que paga aos chineses, sem falar em impostos extras e outras taxas. O fato é que ela teria que abrir mão de parte desses lucros, e duvido que isso seja uma prioridade para a companhia neste momento — e isso inclui seus acionistas, os quais visam, acima de tudo, ao lucro.

Publicidade

No final das contas, a Apple é uma empresa capitalista como qualquer outra. Ela não tem que trabalhar em prol do governo americano só por ter a sua sede lá, a menos que tivesse ótimos motivos para tal — como a tão batalhada isenção fiscal que ela precisa para levar boa parte do seu montante de dinheiro de volta para os EUA.

[via PCMag.com]

Posts relacionados

Comentários

Carregando os comentários…